Variantes altamente transmissíveis

As Américas não estão se comportando como uma região que vive um surto cada vez mais grave de covid-19, disse nesta quarta-feira a diretora-geral da Organização Pan-Americana da Saúde. “Variantes altamente transmissíveis estão se espalhando e as medidas de distanciamento social não são tão estritamente observadas como antes”, disse a diretora Carissa Etienne durante a entrevista coletiva semanal da Opas.

“Não estamos agindo como uma região em meio a um surto cada vez pior. Mais pessoas foram infectadas com covid em nossa região nos últimos sete dias do que a maioria das médias semanais de casos que vimos no ano passado. E nossas mortes semanais superam as de qualquer semana em 2020 “, acrescentou Etienne. Portal Terra

Suspensão de todos os voo

O governo da França anunciou a suspensão de todos os voos com origem ou destino no Brasil para evitar a disseminação de uma variante do novo coronavírus que teria surgido em Manaus. A chamada P.1 já é predominante em muitas partes do país sul-americano e carrega mutações que tornam o Sars-CoV-2 mais transmissível, porém estudos ainda estão em curso para determinar com clareza se a variante é mais letal ou resistente a vacinas que o vírus original.

“Observamos que a situação está piorando e, por isso, decidimos suspender todos os voos entre França e Brasil até segunda ordem”, disse o primeiro-ministro francês, Jean Castex, em pronunciamento no Parlamento. A variante P.1 ainda apresenta baixa circulação na França, país que enfrenta uma alta nos casos do novo coronavírus nas últimas semanas. O Brasil, por sua vez, enfrenta o pior momento da pandemia desde o fim de fevereiro e viu a média móvel de óbitos em sete dias bater recorde na última segunda-feira com 3.124, segundo o Conselho Nacional de Secretários de Saúde.

Fiscalização Ambiental

Durante a pandemia, o setor de Fiscalização Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo– Semurb tem observado um crescimento significativo de denúncias de imóveis supostamente abandonados em situações de descaso ambiental, no município de Natal. As penalidades pela falta de cuidado com o imóvel podem chegar a multas de até R$ 2.066,34.

De acordo com o supervisor de Água e Solo da Semurb, Gustavo Szilagyi, enquanto realizava a apuração das denúncias, observou que boa parte dos imóveis fechados pertencem à famílias compostas por aposentados ou trabalhadores home-office, que para fugir das aglomerações e dos riscos de contaminação da covid-19, buscaram refúgio em casas de praia, sítios e fazendas no interior do Estado, fechando seus imóveis na capital.

“Como grande parte destes proprietários de imóveis não possuem outro endereço de residência, registrado no banco de dados da Prefeitura do Natal, a Semurb tem tido dificuldades em notificar os proprietários para que estes possam promover as ações de manutenção dos imóveis, sobretudo, aqueles que possuem piscinas e caixas d’água, cujo potencial para proliferação do mosquito Aedes aegypti é grande”, alertou Szilagyi.

Desafios das fintechs em 2021 e 2022

 

A Associação Brasileira de Fintechs realizará mais uma edição do Fintouch, maior evento no calendário da entidade e o maior do Brasil focado em fintechs. Com o tema “Desafios das fintechs em 2021 e 2022”, a programação contará com a participação de nomes de referência nacionais e internacionais do ecossistema de inovação e serviços financeiros. O encontro, marcado para os dias 15 e 16 de abril, das 9h às 18h, e acontecerá pela primeira vez de forma totalmente online.

Dentre as personalidades que estarão no evento estão o Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto; o Presidente da CVM, Marcelo Barbosa; o Lord Mayor of City of London,  Alderman William Russell; Criador do M-PESA (moeda digital criada para comunidades carentes no Quênia), Jimmy Wambuaa General Manager da FinTech Association of Hong Kong Helene Li – a 47º no ranking das mulheres mais influentes no mundo das fintechs; o CFO e Vice-Presidente de Estratégia do Ifood, Diego Barreto; Co-Fundadora da Conta Black, Fernanda Ribeiro; a Public Policy Associate do Nubank, Rafaela Nogueira; dentre outros.

Dentre os temas mais inéditos trazidos pelo evento está o Green Finance, ainda pouco discutido no Brasil. Para falar sobre o assunto, o evento traz o Prefeito de Londres, cidade líder em finanças verdes no mundo e que, inclusive, irá sediar o COP26 – Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática – ainda este ano.

Abaixo da linha da pobreza

O Rio Grande do Norte tem 1.329.000 pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza em todo seu território. É o que aponta a Síntese dos Indicadores Sociais 2020 divulgada pelo IBGE. Esse número representa 38% do total de 3.506.000 de habitantes do estado .Estar abaixo da linha da pobreza, segundo o IBGE, é viver com rendimento domiciliar per capita inferior a 5,5 dólares por dia, o que dá cerca de R$ 436 mensais. O relatório, que é referente ao ano de 2019, também apontou que cerca 10,2% da população potiguar vive na condição de extrema pobreza.

Isso significa que o rendimento per capita é inferior a 1,9 dólar por dia, o que dá cerca de R$ 151 mensais. Ao todo, esse grupo é composto por 362.000 potiguares.25% dos jovens não trabalha nem estuda. A pesquisa também levantou que um em cada quatro jovens potiguares não estudava e nem trabalhava em 2019. Ou seja, 25% dessa população no Rio Grande do Norte.Ao todo, esse dado representa 195 mil pessoas entre 15 e 29 anos que viveram nesta situação em 2019.Com esse percentual, o RN está abaixo da média do Nordeste 28% e acima da média do Brasil 22%. Portal G1

Comissão Parlamentar de Inquérito

O senador Eduardo Girão do Ceará, disse hoje que já conseguiu coletar 34 assinaturas entre senadores para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito que inclua estados e municípios em uma investigação sobre as ações de combate à pandemia de covid-19. A apuração no Legislativo precisa de um mínimo de 27 apoios para ser instaurada. O pedido articulado por Girão concorre com outra CPI, esta motivada por um mandado de segurança dos senadores Jorge Kajuru- GO e Alessandro Vieira -SE feito ao Supremo Tribunal Federal. Na semana passada, o ministro da Corte Luís Roberto Barroso determinou a instauração da CPI.

A comissão pedida pelos parlamentares do Cidadania, porém, começou a ser criticada pelo presidente Jair Bolsonaro por prever apenas a investigação da União, e não dos demais entes federativos. Apesar de Vieira já ter protocolado um pedido de ampliação da primeira CPI, há a possibilidade de as duas comissões serem instauradas. “Já tem mais uma assinatura, agora recebemos a 34ª assinatura”, disse Girão em entrevista à CNN Brasil. “Ou seja, superou a quantidade de assinaturas da CPI que foca apenas no governo federal. Acredito que a maioria dos senadores está aderindo a essa CPI que eu considero mais justa, mais independente e mais abrangente”, completou o senador. Portal UOL

Campanha de arrecadação de alimentos

O Departamento Estadual de Trânsito do RN iniciou, ontem uma “Campanha de Arrecadação de Alimentos” não perecíveis que serão destinados às famílias carentes que estão sendo afetadas economicamente pela crise ocasionada pela pandemia da covid-19. A medida tem como foco sensibilizar os usuários e servidores do Órgão para, quando forem realizar serviços presenciais nas unidades do Detran, sejam doados alimentos não perecíveis.

No momento, as unidades do Detran que estão com alguns serviços presenciais em andamento são as situadas nas cidades de Natal e Mossoró. Nessa situação, os setores de provas prática e teóricas de habilitação de condutores estão atendendo o público dentro de um protocolo de segurança sanitária estabelecido pelas autoridades de saúde.

De acordo com o coordenador de Habilitação de Condutores do Detran, Jonas Godeiro, a ação solidária vai ter pontos de arrecadação nas unidades de Natal e Mossoró. Todo o alimento arrecado será dividido em cestas básicas e entregues às famílias que estão passando necessidade. “Nosso objetivo é unir o Detran e seus usuários numa campanha humanista onde a nossa doação venha a ajudar e levar algum alento aos que mais sofrem com essa pandemia, que são justamente àquelas famílias mais vulneráveis economicamente”, explicou.

Imposto de Renda 2021

O Senado aprovou, ontem um projeto prorrogando o prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda para Pessoa Física até o fim de julho. Como houve alterações, a proposta voltará para a Câmara dos Deputados antes de ser encaminhada à sanção do presidente Jair Bolsonaro. O Planalto avalia vetar a prorrogação em função do impacto financeiro. O projeto prorroga de 30 de abril para 31 de julho o prazo para a apresentação da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física referente ao exercício de 2021, ano-calendário de 2020, em função da pandemia de Covid-19.

Como o pagamento do imposto pelos contribuintes poderá ser feito em até oito parcelas, as três primeiras quotas que venceriam em abril, maio e junho seriam prorrogadas para julho, agosto e setembro. Conforme cálculos do Ministério da Economia, a mudança adiaria o fluxo de arrecadação de um valor estimado em R$ 13,2 bilhões e pode afetar o cronograma das restituições. A proposta original aprovada na Câmara adiava o pagamento das duas últimas parcelas de quem tem imposto a pagar para janeiro e fevereiro de 2022, tirando R$ 2,6 bilhões da arrecadação prevista para este ano e adiando essa receita para o ano que vem. Portal Terra.

Sputnik V na Rússia

A inspeção nas fábricas da vacina Sputnik V, na Rússia, pela  Agência Nacional de Vigilância Sanitária vai atrasar quatro dias. A pedido do Fundo Soberano Russo a visita teve que ser adiada. Segundo comunicado oficial, a inspeção, que deveria ocorrer entre os dias 15 a 21 de abril, será realizada de 19 a 23 do mesmo mês, no mesmo período da visita na empresa UfaVita.

Com a mudança, as duas equipes de especialistas da Anvisa sairão do Brasil juntas e as inspeções ocorrerão concomitantemente. A nova data da viagem, no entanto, ainda será confirmada após a emissão das passagens. De acordo com o comunicado da Anvisa, a missão tem como objetivo levantar dados a respeito da produção da vacina “para a avaliação do uso emergencial como para o processo de importação excepcional para o Brasil”. Decisão aconteceu após pressão de governadores para a importação de milhões de doses do imunizante russo. UOL

Campanha – Tem gente com Fome

O agravamento da pandemia no país tem colocado pressão ainda maior sobre a vida de pessoas já vulnerabilizadas socialmente. A alta no desemprego e no preço dos alimentos faz com que comer todos os dias seja um desafio para milhões de brasileiros. Para ajudar nesse momento de crise, Ecoa listou entidades, iniciativas e projetos, por todo Brasil, que ajudam comunidades, favelas e minorias étnicas. Se você puder contribuir, é só escolher para qual ou quais grupos gostaria de doar.

O Brasil Tem Gente com FomeA Coalizão Negra Por Direitos, em parceria com a Anistia Internacional, Oxfam Brasil, Redes da Maré, Ação Brasileira de Combate às Desigualdades, e outros, lançaram uma campanha para arrecadar fundos e para ações emergenciais no enfrentamento da crise. São mais de 222 mil famílias, mapeadas, formadas, sobretudo, por pessoas negras, periféricas e em situação de vulnerabilidade em todo o Brasil. Acesse: www.temgentecomfome.com.br ou depósito em conta corrente para Associação Franciscana DDFP CNPJ: 11.140.583/0001-72 Banco do Brasil Agência: 1202-5 Conta Corrente: 73.963-4 Chave PIX: 11.140.583/0001-72.

Responsabilidade socioambiental

A Rio Branco Alimentos reforça seu compromisso com a inovação, a qualidade e a responsabilidade socioambiental e lança sua linha de produtos elaborados com proteínas vegetais. A nova marca, batizada de Club V, chega ao mercado nacional neste mês de abril, com o início da comercialização do primeiro item do portfólio: o hambúrguer congelado à base de planta -plant based. A novidade abre caminho para a democratização da categoria, em franca expansão no mundo, ao oferecer mais opções de escolha para o consumidor e aliar garantia de sabor incomparável, qualidade, praticidade e um excelente custo-benefício.

O Club V Burger é preparado à base de proteína de origem vegetal, é rico em fibras e possui somente aromas naturais. Desenvolvido para surpreender os paladares mais exigentes, tem como grande diferencial o gosto e a suculência, além do preço mais acessível. “O lançamento da linha faz parte da estratégia do Grupo de ampliar o mix de alto valor agregado e garantir versatilidade aos clientes. A nova marca vai atender tanto a quem se tornou vegetariano, mas aprecia o sabor da carne, quanto àqueles que comem carne de origem animal, porém querem variar o cardápio”, afirma o vice-presidente de Marketing e Vendas da companhia, Fábio Somogy Coelho.

Publicidade digital

Com prova on-line marcada para os dias 14 e 15 de maio é possível escolher entre as datas, a certificação acontece através da realização do exame de proficiência, que avalia as competências fundamentais em publicidade digital e tem como objetivo qualificar o desempenho dos interessados, permitindo que profissionais de quaisquer áreas tenham igual condição e oportunidade de avaliação quanto aos conhecimentos exigidos.

Os profissionais que passarem na prova, recebem os “badges” da Certificação Digital Fundamentals que são registrados através da tecnologia blockchain – o que impede os riscos de falsificação – e podem ser compartilhados em redes sociais e profissionais como, por exemplo, o Linkedin. Só no ano passado, mais de 250 certificados foram emitidos.

“Queremos formar especialistas para transformar o mercado. A Certificação Digital Fundamentals traz a certeza de que os profissionais que atuam na área possuem conhecimento da base da publicidade digital sob uma ótica agnóstica. Em 2020, a certificação foi bem recebida e pretendemos prosseguir em 2021 com esse reconhecimento”, afirma Cris Camargo, CEO do IAB Brasil.

Indenização

O ator  Fábio Assunção, venceu um processo contra a empresa iFood e deverá receber indenização de R$ 20 mil. Segundo a ação movida por Caio Mariano, advogado do artista, uma loja da plataforma utilizou sem autorização a imagem do artista para propagandas. A decisão foi tomada pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, e segundo a assessoria do TJ “a sentença é de março”. O comunicado diz que a parte ré deverá: “Cessar a utilização não autorizada da imagem do autor, objeto da presente lide, sob pena de multa diária de R$1.000,00, limitada ao valor de R$ 10 mil, em caso de descumprimento comprovado”.

“Pagar a parte autora a quantia de R$ 20 mil, a título de danos morais, com incidência de correção monetária nos termos da tabela da Corregedoria Geral do TJRJ a partir da publicação da sentença e juros moratórios de 1% ao mês a contar da citação”, finaliza a sentença. Folha de Pernambuco

Liege Barbalho