Presidência do STF

O novo presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, fez seu discurso de posse nesta quinta-feira com declarações de respeito às diferenças e deferência entre os Poderes da República, a intenção de dar um basta na judicialização de temas políticos e a defesa do combate à corrupção. Fux tomou posse como presidente da corte e do Conselho Nacional de Justiça pelos próximos dois anos em cerimônia nesta quinta-feira, ocasião em que a ministra Rosa Weber assumiu o posto de vice-presidente.

“Meu norte será a lição mais elementar que aprendi ao longo de décadas no exercício da magistratura: a necessária deferência aos demais Poderes no âmbito de suas competências, combinada com a altivez e vigilância na tutela das liberdades públicas e dos direitos fundamentais. Afinal, o mandamento da harmonia entre os Poderes não se confunde com contemplação e subserviência”, disse o novo presidente do STF no discurso de posse. Portal Terra

Brasileiros nos USA

O governo dos Estados Unidos  devem flexibilizar a entrada de brasileiros no país a partir da próxima semana. Atualmente, há voos diretos feitos apenas por companhias americanas com destino para 15 aeroportos. Além disso, quem chega nos EUA precisa comprovar necessidade da viagem e passar por uma série de exames de saúde e um questionário relacionado a sintomas da Covid-19. O ato administrativo ainda não foi assinado pelo presidente Donald Trump, mas a informação já circula entre as embaixadas o país.

O Brasil não é o único país a ter a entrada flexibilizada. O Reino Unido, a China, o Iran e outros países também vão ter a entrada facilitada. A informação, publicada originalmente pelo Yahoo News, foi confirmada pelo Radar Econômico. A promessa é de que as restrições sejam revistas a partir de segunda-feira, 14. As restrições de voos desde o Brasil para os Estados Unidos foram impostas em 24 de maio.  Informação Veja

Cirurgia Vascular e Endovascular

O XVIII Encontro São Paulo de Cirurgia Vascular e Endovascular, promovido pela Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular – Regional São Paulo terá realização de 27 a 29 de outubro. Este ano, a diretoria da SBACV-SP implementou o streaming para que o tradicional evento aconteça de maneira segura, por conta do distanciamento social, em virtude da pandemia da Covid-19.

A programação foi elaborada para cobrir assuntos considerados da maior relevância para a especialidade, com temas como Aneurisma, Doença Carotídea, Insuficiência Venosa Crônica, Fleboestética, Doença Arterial Obstrutiva Periférica -DAOP, Pé Diabético e Trombose Venosa Profunda. Entre os convidados internacionais estão confirmadas as presenças de Felipe Collares -EUA e Osvaldo Yano -EUA.

Os cirurgiões vasculares assistirão no conforto de suas casas, ou de seus consultórios, todo o conteúdo com perfeita visualização, por meio de um estúdio com tecnologia de ponta, onde os professores utilizarão esse espaço para ministrar suas aulas. Haverá também uma exposição comercial virtual, onde os patrocinadores poderão interagir com o público participante. Mais informações no site www.sbacvsp.com.br

Aulas presenciais

Especialistas do Grupo Técnico Multidisciplinar para o Enfrentamento da Covid-19, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, desaconselharam a volta às aulas presenciais nas escolas do município do Rio de Janeiro. Os pesquisadores se posicionaram, em uma nota técnica de duas páginas, apontando os motivos para discordarem do retorno do ensino presencial na capital do estado.

“O retorno presencial das atividades escolares ainda representa grande risco à saúde pública devido ao aumento da vulnerabilidade de grande número de indivíduos da população associada às dificuldades de preparação e resposta a esta situação emergencial”, avaliaram os cientistas da UFRJ.

Os pesquisadores atestaram que depois das medidas de flexibilização das determinações de isolamento na capital, houve um aumento do número de casos. Citaram um recente estudo da Universidade de Harvard comprovando que a carga viral encontrada nas vias aéreas superiores de pessoas de zero a 22 anos de idade é maior que a de adultos diagnosticados e internados em UTIs com coronavírus. O estudo demonstra que crianças e adultos jovens transmitem covid-19, mesmo sem sintomas. IstoÉ Dinheiro.

22º Rally RN 1500

Tem início hoje, o 22º Rally RN 1500, uma das mais importantes provas do calendário nacional e um dos mais técnicos e queridos eventos do gênero. Serão 5 etapas, até o dia 13, com cerca de 986 quilômetro percorridos na Paraíba e Rio Grande do Norte, com 764,4 quilômetros de trechos cronometrados. O encontro, organizado pela KTC Produções e com supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo e Confederação Brasileira de Automobilismo é válido pela segunda etapa do Brasileiro de Rally Cross Country, reunindo participantes nas categorias Carros, Motos e UTVs.

Além de Campina Grande e Riachão do Bacamarte, na Paraíba, o 22º Rally RN 1500 ainda passará por cidades do RN, como: Parelhas, Jucurutu, Triunfo, Assu, Porto do Mangue, Areia Branca e Mossoró, onde encerrará a edição deste ano. Em relação ao Covid-19 a organização da prova adotou o protocolo sanitário complementar de reforço setorial das duas confederações, de automobilismo e motociclismo, com o objetivo de preservar a saúde de todos. Mais informações no site www.rn1500.com.br

Tabaco e o coronavírus

Embora o consumo de cigarros esteja em queda desde o fim da década de 1990 no Brasil, o número de pessoas que mantém o hábito nada saudável ainda preocupa especialistas da linha de frente do combate ao coronavírus. Isso porque além de estarem mais expostas a contaminação, por causa do ato de levar o cigarro à boca, o tabaco e o efeito degenerativo de suas substâncias potencializam as chances de agravamento da Covid-19.

Dados do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico, divulgados em abril, mostraram que a proporção de adultos fumantes reduziu de 15,7% em 2006 para 9,8% em 2019, uma diminuição do hábito de fumar de 37,6%. No ano de 2019, a prevalência de fumantes também declinou nas faixas extremas de idade: entre adultos com 18 a 24 anos 7,9% e adultos com 65 anos e mais 7,8%.

“O tabaco causa diferentes tipos de inflamações e prejudica os mecanismos de defesa do organismo. Por esses motivos, os fumantes têm maior risco de infecções por vírus, bactérias e fungos. Eles também têm maior incidência de infecções como sinusites, traqueobronquites, pneumonias e tuberculose”, pontua a médica pneumologista Fernanda Miranda, que atende no Centro Clínico do Órion Complex.

Higiene, limpeza e segurança

Manter a higiene das mãos é uma das principais formas de se prevenir de doenças contagiosas provocadas por bactérias e vírus como a Covid-19. Tão importante quanto a preocupação com os cuidados básicos é o que utilizar na hora da limpeza. Assim como o álcool 70%, o Nano Protect é um antisséptico eficaz contra o coronavírus, mas com o diferencial de proteger por até 4 horas com apenas uma borrifada.

O Nano Protect é um spray regulamentado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária que pode ser usado como uma alternativa segura mais prática, rentável e duradoura que o álcool em gel. O produto é o primeiro do Brasil com laudo virucida aprovado pelo Laboratório de Virologia Aplicada da Universidade Federal de Santa Catarina.

A linha Nano Protect é dividida em cinco produtos, cada um para um tipo específico de uso, os três principais são: mãos, roupas e superfícies. O virucida com 99,99% de eficácia também está disponível na versão enxaguante bucal que elimina patógenos causadores de doenças, além da solução para a limpeza de aparelhos de ar-condicionado. Mais no site www.protecaoantiviral.com.br.

Projeto Busão Solidário

Hoje, o Projeto Busão Solidário do Seturn/NatalCard fará a entrega de 390 cestas básicas e kits de limpeza e higiene pessoal. Com isso, alcançará o total de 8.069 cestas o que equivale a mais de 145 toneladas de alimentos. Desta vez as instituições beneficiadas são: Conselho Comunitário de Nova Natal, localizada no Bairro de Nova Natal, e as famílias acompanhadas pela pastoral da saúde da Igreja Missionária Ceifa, localizado no Bairro de Nova Natal.

Para participar da campanha as pessoas podem fazer as doações nos 10 postos de coleta do Supermercado Nordestão e postos fixos do SETURN e NatalCard: Na antiga rodoviária da Ribeira; Fundação Augusto Severo na Zona Norte – na Av. João Medeiros Filho, 64, Igapó; no NatalCard Zona Sul, na Av. Senador  Salgado Filho, 2850, Loja 5, Chacom Center – Candelária, e; no galpão da antiga sede da entidade, na Av. Duque de Caxias – Ribeira. Os pontos de arrecadações e todas as informações do Busão Solidário estão disponíveis nas redes sociais @seturn e @natalcard e nos sites seturn.com.br e natalcard.com.br.

Setembro Amarelo

A pandemia do Coronavírus impôs ao mundo inteiro um longo período de isolamento, agravado pelo medo e a incerteza do que ainda está por vir. O resultado não poderia ser diferente. No Brasil, os casos de ansiedade e estresse mais que dobraram neste período. Segundo um estudo da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, os números correspondem à constante sensação de medo e incerteza do futuro, além do acúmulo de tarefas por grande parte das pessoas.

Com todo este cenário, entramos no mês de setembro, mês da campanha de conscientização para o combate ao suicídio, que se configura como a segunda principal causa de morte entre jovens com idade entre 15 e 29 anos. No Brasil, são registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos e no mundo, mais de 1 milhão.

De acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 96,8% dos casos de suicídio estão relacionados a transtornos como a depressão, transtorno bipolar e do abuso de substâncias entorpecentes.  E como forma de prevenir esse tipo de ato, a campanha mobilizada pelo Centro de Valorização da Vida, Conselho Federal de Medicina e a Associação Brasileira de Psiquiatria, busca alertar as pessoas sobre o assunto e, principalmente, diminuir e prevenir o crescimento de mais casos.

Moda e sustentabilidade

Hoje, a BW Expo, Summit e Digital promove um novo evento virtual para falar sobre sustentabilidade no mundo da moda. A convidada é Fernanda Simon, diretora executiva do Instituto Fashion Revolution Brasil, um movimento que tem como principais objetivos conscientizar sobre os impactos socioambientais do setor, celebrar as pessoas por trás das roupas, incentivar a transparência e fomentar a sustentabilidade.

A BW LIVE será transmitida a partir das 15h pelo perfil @bwexpo no Instagram. Vagner Barbosa, integrante do comitê organizador da BW Expo, Summit e Digital 2020, conduzirá o papo com Fernanda, que é ativista e acredita que a moda é um importante agente de transformação. Ela estudou moda na Faculdade Santa Marcelina, mas foi na Inglaterra que iniciou sua carreira com moda e sustentabilidade, há 10 anos, trabalhando com iniciativas e profissionais pioneiros, como Jocelyn Whipple.

Vacina Sputnik V

A Rússia afirmou ontem que começou sua primeira rodada de distribuição da vacina contra a covid-19 para a população em geral. O Ministério da Saúde do país trabalha em conjunto com os desenvolvedores para conduzir testes clínicos em larga escala, enquanto aplica a vacina em civis. A empresa que desenvolve a Sputnik V, a Gamaleya, prevê uma campanha de vacinação em massa que dure um ano, assim que ela chegue à população.

A primeira leva da vacina Gam-Covid-Vac Sputnik V passou nos testes de qualidade necessários e foi liberada para a circulação civil”, comunicou o ministério, de acordo com o jornal The Moscow Times. “Os primeiros lotes da vacina têm expectativa de serem entregues nas regiões em um futuro breve”, adicionou a nota, sem detalhar uma data específica para isso.

Resultados preliminares de um estudo foram publicados na última semana sobre a Sputnik V. A investigação foi publicada na prestigiada revista científica britânica The Lancet e envolveu testes com 76 pessoas ao longo de 42 dias, nos dois primeiros estágios de desenvolvimento de vacina. Os autores do estudo são do Centro Nacional de Investigação de Epidemiologia e MicrobiologiaInstituto Gamaleya, que está desenvolvendo a vacina. Segundo eles, “não houve resultados adversos” da Sputnik V entre as pessoas testadas e o composto conseguiu “provocar uma resposta imunológica”. Informação do UOL

Galinha Pintadinha

 

Fenômeno da internet e uma das marcas infantis mais queridas pelos pequenos, a Galinha Pintadinha surpreende e inova o seu repertório ao cantar uma nova versão de um grande sucesso da música brasileira. Desde 8 de setembro, já é possível curtir a personagem em “O meu sangue ferve por você”, a música de origem francesa se tornou conhecida em todo o país por meio da interpretação do cantor Sidney Magal. O vídeo pode ser assistido no canal do YouTube da Galinha Pintadinha e, ainda, nas principais plataformas de streaming, como o Spotify, Deezer e Apple Music.

“Criamos esse clipe novo e especial, com uma canção diferente do nosso repertório habitual. Ela ficou muito dançante e com certeza vai unir desde quem já gostava, até os novos pequenos ouvintes. Estamos sempre atentos às conversas nas nossas redes sociais, e sabemos que o público nos pede por conteúdos inéditos. A nossa expectativa é surpreendê-los com essa roupagem nova em uma música que já foi consagrada na voz do Sidney Magal”, afirma Marcos Luporini, diretor musical da Bromélia Produções, dona da marca Galinha Pintadinha. “Apesar de ser voltada ao segmento infantil, com foco em crianças de zero a seis anos, a personagem une gerações com sua interpretação moderna para a cultura tradicional brasileira”, acrescenta.

Coleção de esmaltes – polêmica

O nome dado a um esmalte se tornou nos últimos dias motivo de revolta de algumas brasileiras e reacendeu um debate sobre a visão estereotipada de estrangeiros sobre a sexualidade das mulheres nascidas por aqui. O alvo é uma das cores da coleção de esmaltes da marca americana OPI, que foi batizada de “Kiss Me I’m Brazilian” —ou “Beije-me, sou brasileira”. Apesar de o produto ter sido lançado em 2014, a marca chegou ao Brasil recentemente, e, na última semana, motivou a criação de uma petição — que já conta com mais de 10 mil assinaturas, pedindo para que a marca mude o nome do produto. O esmalte não está à venda no Brasil.

A coleção à qual o esmalte pertence é voltada a temas brasileiros e faz uso de trocadilhos sobre questões culturais brasileiras, como a Bossa Nova, e características que remetem imagem do brasileiro no exterior.  “Um rosa dinâmica que transmite todo o calor e a receptividade do Brasil”, diz a marca ao descrever o “Kiss Me I’m Brazilian”.  Na coleção, há outras cores, como “Next Stop…The Bikini Zone” traduzido, “Próxima parada… região do biquíni e “Red Hot Rio” Vermelho quente, em referência ao Rio de Janeiro. No Instagram da OPI Brasil e no site oficial da marca, acumulam-se reclamações de brasileiras a respeito da perspectiva estereotipada que sugere a ideia de comporta.

“É extremamente ofensivo”, disse uma seguidora. “Uma vergonha, respeite nossas mulheres. Não ajude a propagar essa imagem”, recomendou outra. “Fazer propaganda discriminatória e tendenciosa, colocando em esmaltes nomes de que brasileiras “são mulheres fáceis, ‘usáveis’ ou ‘alcançáveis a qualquer um’ é demasiadamente inaceitável”, escreveu outra consumidora brasileira. A autora da petição, a brasileira Carolina Pires, escreveu em inglês no documento sobre como o nome vai contra a luta das mulheres por respeito. Informação do UOL.

Doenças respiratórias

Em busca de melhorias no tratamento das doenças respiratórias crônicas, principalmente para definição de linhas de cuidado específicas e atualizadas, as associações de pacientes e profissionais de saúde na área respiratória têm atuado em conjunto com Ministério da Saúde e Secretarias Estaduais e Municipais. Atualmente, o objetivo principal é a criação de um espaço institucional para debater de forma produtiva e propositiva as necessidades, desafios e propostas das comunidades de pacientes, familiares, pesquisadores e profissionais de saúde ligados às Doenças Pulmonares Graves, garantindo assim o desenvolvimento de políticas públicas de saúde adequadas para milhões de brasileiros acometidos por estas graves e impactantes doenças.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, doenças respiratórias são doenças crônicas das vias aéreas superiores ou inferiores², em parte associadas a fatores genéticos e hereditários, como a Fibrose Cística e a Hipertensão Arterial Pulmonar e outras preveníveis, como a asma grave e a doença pulmonar obstrutiva crônica. Essas doenças acometem milhões de pessoas de todas as idades e em todos os países do mundo, sendo que mais de 500 milhões delas vivem em países em desenvolvimento4. A Fundação Pró Ar, formada por profissionais da saúde, pacientes e apoiadores, adverte que as doenças respiratórias crônicas têm sido negligenciadas na formação de políticas públicas adequadas, em comparação a outras doenças crônicas, tais como o diabetes, a hipertensão arterial e o câncer7.

Cinema e Audiovisual

O 16º Congresso Forcine 20 anos apresenta como tema “O cinema como linguagem transversal”. A arte cinematográfica nunca foi tão ampla. Hoje, quem estuda cinema tem possibilidades de trabalho em áreas tão diversas quanto a publicidade, os games e até mesmo o rádio. Ou seja, o aprendizado do Cinema mostra-se extremamente atual e necessário para as demais áreas da indústria criativa. Esse é o foco principal da discussão proposta pelo Fórum Brasileiro de Ensino de Cinema e Audiovisual em seu XVI Congresso.

A entidade que este ano celebra 20 anos de existência, conta atualmente com 36 entidades associadas de todas as regiões do Brasil e luta arduamente pelo reconhecimento, por parte dos agentes da indústria audiovisual e do poder público, do papel fundamental das escolas de cinema e audiovisual – tanto como geradoras de inovação e qualificação, capazes de fortalecer e desenvolver o setor, quanto como produtoras de conteúdo. Os debates e grupos de trabalho acontecerão de 23 a 26 de setembro de 2020, de forma remota e totalmente gratuita. As inscrições podem ser feitas pelo site: http://www.forcine.org.br/site/congressos/vinteanos/.

Vacina chinesa Sinovac Biotech

A empresa chinesa Sinovac Biotech disse ontem que sua vacina candidata contra a covid-19 parecia segura para pessoas mais velhas, segundo resultados preliminares de um teste inicial a intermediário, enquanto respostas imunológicas desencadeadas pela vacina foram ligeiramente mais fracas do que em adultos mais jovens. Autoridades de saúde estão preocupadas se as vacinas experimentais podem proteger com segurança os idosos, cujo sistema imunológico geralmente reage de forma menos robusta às vacinas contra o vírus que causou quase 900 mil mortes no mundo.

A candidata da Sinovac, CoronaVac, não causou efeitos colaterais graves em testes combinados de fase 1 e fase 2, lançados em maio, envolvendo 421 participantes com pelo menos 60 anos, disse à agencia de noticias Reuters, Liu Peicheng, representante da mídia de Sinovac. Os resultados completos não foram publicados e não foram disponibilizados à Reuters. Quatro das oito vacinas do mundo que estão na terceira fase de testes são da China. Informação Portal UOL.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!